Mobilidade urbana

Respeitar o cidadão é assegurar seu direito de ir e vir com qualidade e segurança.

O direito de ir e vir, assegurado

Mobilidade urbana, uma importante base econômica e social

São direitos dos usuários do Sistema Nacional de Mobilidade Urbana:

  • Receber o serviço adequado
  • Participar do planejamento, da fiscalização e da avaliação da política de mobilidade urbana
  • Ser informado nos pontos de embarque e desembarque sobre itinerários, horários, tarifas dos serviços e modos de interação com outros modais
  • Ter ambiente seguro e acessível para a utilização do Sistema Nacional de Mobilidade Urbana

O que precisa mudar?

A lei 12.587 foi promulgada em 2012 com o objetivo de aprimorar o transporte de pessoas e cargas nas cidades por meio da integração das plataformas de transporte.

O resultado pretendido era a redução de carros nas ruas, com o crescimento do transporte público. A maioria dos centros urbanos se baseia na utilização de combustíveis fósseis para abastecer carros e ônibus.

Com relação aos carros, a tendência é que sua circulação seja cada vez mais dificultada por agredir o meio ambiente e prejudicar o transito. Sistemas de rodízio e diminuição dos tempos nos estacionamentos rotativos são possibilidades que estão sendo adotadas.

Como pode ser?

  • Redução de desigualdades e promoção da inclusão social
  • Acesso aos serviços básicos e equipamentos sociais
  • Melhoria nas condições urbanas no que se refere à acessibilidade e à mobilidade
  • Desenvolvimento sustentável com mitigação de custos ambientais e socioeconômicos dos deslocamentos de pessoas e cargas nas cidades
  • Gestão democrática como instrumento e garantia da construção contínua do aprimoramento da Mobilidade Urbana

Modelo 3P Brasil

Novidades

Clientes

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar